Sangramento vaginal anormal

Dra. Sara Lemos

Dra. Sara Lemos

Médica de Família

Publicado em 18/03/2024

O sangramento vaginal é uma ocorrência comum que suscita preocupações variadas na saúde feminina. Enquanto é normal durante o ciclo menstrual, sangramentos inesperados ou excessivos exigem atenção, podendo indicar condições médicas que necessitam de intervenção.

Mulher com dores abdominais.

A compreensão aprofundada sobre o sangramento vaginal normal e anormal, suas causas e o momento certo para procurar ajuda é crucial para o bem-estar das mulheres.

Entendendo o sangramento vaginal

  • Sangramento normal: O sangramento vaginal normal está frequentemente associado ao ciclo menstrual regular, ocorrendo como resultado da descamação do revestimento endometrial do útero em preparação para a próxima ovulação, caso não haja fecundação. Normalmente, este sangramento dura de 3 a 7 dias e varia em quantidade de leve a moderado.
  • Sangramento anormal: Desvia-se do ciclo menstrual regular, incluindo sangramentos entre ciclos, após a menopausa, menstruações prolongadas ou pesadas, e irregularidades no ciclo. Pode variar de leve a severo e sinalizar diversas condições, desde benignas até graves. É importante distinguir o sangramento vaginal normal, associado ao ciclo menstrual, daquele que ocorre de forma inesperada ou excessiva.

Causas do sangramento vaginal anormal

As causas do sangramento vaginal anormal podem ser muitas, incluindo:

  • Alterações hormonais
  • Infecções
  • Lesões ou traumas
  • Condições médicas como endometriose ou fibroides
  • Uso de medicamentos ou dispositivos intrauterinos (DIUs)
  • Gravidez ou complicações relacionadas à gravidez

Entender a causa específica é crucial para o tratamento adequado e a prevenção de complicações.

Principais sintomas associados

Além do próprio sangramento, outros sintomas podem acompanhar, dependendo da causa subjacente. Estes incluem:

Identificar esses sintomas adicionais pode ajudar a determinar a causa do sangramento e a urgência de buscar ajuda médica.

Quando Buscar Ajuda Médica

É essencial procurar um profissional de saúde se houver sangramento:

A escolha da especialidade médica — que pode variar entre ginecologistas, obstetras ou, em alguns casos, endocrinologistas — dependerá da causa suspeita do sangramento.

Diagnóstico

A avaliação do sangramento uterino anormal pode incluir exame físico, histórico médico detalhado, exames de sangue, ultrassonografia transvaginal, biópsia endometrial, entre outros procedimentos diagnósticos.

Tratamento e Cuidados

O tratamento para o sangramento vaginal varia de acordo com a sua causa. Pode incluir medicamentos para controlar o sangramento e a dor, terapias hormonais, ou, em casos mais graves, procedimentos cirúrgicos.

A prevenção de futuros episódios depende largamente do diagnóstico correto e do seguimento das recomendações médicas.

Além do tratamento médico, medidas de autocuidado, como o monitoramento do ciclo menstrual e a atenção a quaisquer mudanças, são importantes para manter a saúde feminina.

Caso haja presença dos sintomas, recomendamos que o paciente consulte-se com uma das especialidades abaixo:

O sangramento vaginal é um sinal que não deve ser ignorado. Reconhecer quando é um sintoma de algo mais sério e buscar orientação médica apropriada é essencial para a saúde e o bem-estar das mulheres. Com informação e atenção ao próprio corpo, é possível lidar com essa condição de maneira eficaz e segura.

Lembre-se: o autocuidado e o conhecimento sobre sua saúde são os primeiros passos para uma vida mais saudável e feliz. E em caso de dúvidas ou preocupações, nunca hesite em procurar um profissional de saúde.

Dra. Sara Lemos

Escrito por Dra. Sara Lemos

Médica de Família

CRM-MG: 48683

Você tem uma pergunta?

Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se a um especialista.

Pergunta

Dói para colocar o DIU? Tive uma amiga que teve até sangramentos depois, é normal?

Dr. Rodrigo Athanazio

CRM-SP: 122658

Colocar um Dispositivo Intrauterino (DIU) pode causar algum desconforto e dor para algumas pessoas, mas isso varia de mulher para mulher. Algumas mulheres relatam apenas uma leve sensação de desconforto durante a inserção, enquanto outras podem experimentar cólicas mais intensas. Pequenos sangramentos após a inserção do DIU são comuns e geralmente não são motivo de preocupação, pois o processo pode irritar o revestimento do útero. No entanto, se os sangramentos forem excessivos ou persistentes, é importante entrar em contato com seu ginecologista para avaliação. É fundamental conversar com um médico ou profissional de saúde sobre quaisquer preocupações ou sintomas após a inserção do DIU. Eles podem fornecer orientações personalizadas e garantir que tudo esteja ocorrendo conforme o esperado.

Ver mais

Dr. Rodrigo Athanazio