Manchas de pele e de unhas

Dra. Joana Carvalho

Dra. Joana Carvalho

Médica de Família

Publicado em 11/03/2024

Manchas na pele e nas unhas podem ser sinais de diversas condições de saúde, desde problemas menores até questões mais sérias.

Mulher em frente o espelho cuidando da pele e rosto através de cremes.

As manchas podem variar em cor, tamanho e localização, e muitas vezes, trazem consigo preocupações estéticas e de saúde.

Este artigo visa esclarecer as causas comuns dessas manchas, os sintomas associados, quando é necessário buscar ajuda médica, e dicas para tratamento e cuidados.

O que são Manchas na Pele e Unhas?

Manchas na pele podem surgir devido a alterações na pigmentação, infecções, exposição ao sol, reações alérgicas ou condições de saúde subjacentes.

Quando há aglomerados de células pigmentadas que aparecem como pontos na pele, temos as famosas pintas. Elas podem ser planas ou salientes e variar em cor de marrom a preto, vermelho, cinza ou azul. A maioria das pintas é benigna, mas algumas podem indicar risco de melanoma, uma forma grave de câncer de pele.

As manchas nas unhas, por sua vez, podem indicar infecções fúngicas, lesões ou doenças sistêmicas, levando a alterações na cor, espessura e forma das unhas. São mais comuns nos pés e frequentemente associadas ao pé de atleta.

Identificando Pintas Normais e Anormais

Pintas normais tendem a ter uma forma uniforme, bordas suaves, uma cor consistente e permanecem estáveis ao longo do tempo.

Pintas anormais podem exibir características como assimetria, bordas irregulares, cores misturadas, diâmetro maior que 6 mm e mudanças ao longo do tempo.

Causas Comuns

As manchas e pintas de pele podem ser causadas por uma variedade de fatores, incluindo exposição solar sem proteção, envelhecimento, acne e doenças de pele como vitiligo e melasma.

Manchas nas unhas podem ser resultado de infecções, traumatismos ou problemas circulatórios.

Sintomas Associados

Além das manchas visíveis, alguns indivíduos podem experimentar outros sintomas, como coceira, descamação e alterações na textura da pele e das unhas.

No caso das unhas, pode ocorrer também descoloração, espessamento, quebra fácil e dor.

É importante prestar atenção a esses sinais e monitorar quaisquer mudanças nas manchas existentes.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por exame visual, análise de amostras da unha ou testes laboratoriais para identificar o tipo de fungo causador da infecção.

Quando Buscar Ajuda Médica

É aconselhável procurar um dermatologista se as manchas na pele ou unhas mudarem de cor, tamanho ou forma, ou se novos sintomas, como dor ou sensibilidade, desenvolverem-se. Isso pode ajudar a identificar condições subjacentes que requerem tratamento específico.

Tratamento

O tratamento para manchas de pele e unhas varia de acordo com a causa. Opções podem incluir medicamentos tópicos, procedimentos com laser, fototerapia, e em alguns casos, mudanças no estilo de vida, como melhor proteção contra o sol.

Enquanto pintas normais não requerem tratamento, é importante monitorar mudanças. Pintas que causam desconforto ou têm aparência suspeita podem ser removidas cirurgicamente.

Para manchas nas unhas, os tratamentos incluem medicamentos antifúngicos orais, aplicações tópicas e, em casos severos, remoção cirúrgica da unha. O tratamento pode ser longo, e há chances de recorrência ou falha do tratamento.

Prevenção

Prevenir futuras manchas envolve a utilização de protetor solar, cuidados adequados com a pele e as unhas, e evitar fontes conhecidas de lesões ou infecções.

Manter os pés limpos e secos, usar calçado em áreas úmidas públicas e evitar compartilhar itens de cuidado pessoal podem reduzir o risco de infecções fúngicas.

Auto-Cuidado e Dicas Práticas

Para o autocuidado, é essencial manter uma rotina regular de cuidados com a pele, incluindo limpeza, hidratação e proteção solar.

Para as unhas, manter uma boa higiene e evitar o uso de produtos químicos agressivos pode prevenir o aparecimento de manchas.

Caso haja presença dos sintomas, recomendamos que o paciente consulte-se com uma das especialidades abaixo:

Manchas na pele e unhas podem ser um sinal de alerta para condições de saúde mais sérias ou simplesmente uma questão estética.

Independente da causa, entender as possíveis razões por trás dessas manchas e buscar orientação profissional são passos importantes para o tratamento adequado e a manutenção da saúde e bem-estar geral.

Dra. Joana Carvalho

Escrito por Dra. Joana Carvalho

Médica de Família

CRM-BA: 230502

Você tem uma pergunta?

Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se a um especialista.

Pergunta

Tenho unhas do pe quebrando, com manchas (sem cor) pode ser fungi? com vou saber?

Dr. Rodrigo Athanazio

CRM-SP: 122658

Se suas unhas dos pés estão quebradiças e apresentam manchas sem cor, é possível que seja um sinal de fungo nas unhas, mas também pode haver outras causas subjacentes. Aqui estão algumas dicas para determinar se pode ser um fungo nas unhas: 1. Coloração: Enquanto alguns tipos de fungos nas unhas podem causar descoloração, outros podem não apresentar cor. Manchas brancas, amareladas, marrons ou sem cor são comuns em infecções fúngicas, mas elas não são exclusivas deste problema. 2. Textura: Além da coloração, a textura da unha também pode ser um indicador. Unhas infectadas por fungos tendem a ficar mais espessas, quebradiças e desintegradas. 3. Sintomas adicionais: Infecções fúngicas nas unhas podem causar coceira, dor, mau cheiro e até mesmo deformidades nas unhas afetadas. 4. Histórico médico: Se você tem um histórico de infecções fúngicas nas unhas, pé de atleta ou outras condições relacionadas a fungos, isso aumenta a probabilidade de que suas unhas estejam sendo afetadas por um fungo. 5. Consulte um profissional de saúde: A melhor maneira de confirmar se suas unhas estão infectadas por fungos é consultando um médico. Eles podem examinar suas unhas, possivelmente realizar testes diagnósticos e recomendar o tratamento apropriado. Se for confirmado que você tem uma infecção fúngica nas unhas, o tratamento pode envolver medicamentos antifúngicos tópicos ou orais, dependendo da gravidade da infecção. Também podem ser recomendadas medidas adicionais, como manter os pés limpos e secos, usar sapatos respiráveis e evitar andar descalço em locais úmidos, para ajudar a prevenir futuras infecções.

Ver mais

Dr. Rodrigo Athanazio

Pergunta

minha filha tem manchas vermelhas no rosto e pescoso, como posso saber se for alergia ou so calor?

Dr. Rodrigo Athanazio

CRM-SP: 122658

Identificar se as manchas vermelhas no rosto e pescoço da sua filha são causadas por alergia ou apenas pelo calor pode ser um pouco desafiador, mas aqui estão algumas maneiras de distinguir entre os dois: 1. Padrão das Manchas: Se as manchas vermelhas estão localizadas principalmente nas áreas expostas ao calor, como o rosto e o pescoço, e se tornam mais evidentes durante períodos de calor, é mais provável que sejam causadas pelo calor. Manchas de calor geralmente não se estendem para outras partes do corpo. 2. Sintomas Adicionais: A alergia pode ser acompanhada por outros sintomas, como coceira intensa, inchaço, urticária (pequenas protuberâncias vermelhas) e até mesmo dificuldade para respirar, dependendo da gravidade da reação alérgica. Se sua filha está demonstrando sintomas além das manchas vermelhas, pode ser mais provável que seja uma reação alérgica. 3. Histórico de Alergias: Se sua filha tem um histórico de alergias conhecidas a determinados alimentos, medicamentos, produtos de cuidados da pele ou outras substâncias, isso aumenta a probabilidade de que as manchas vermelhas sejam causadas por uma reação alérgica. 4. Tempo e Circunstâncias: Considere se as manchas vermelhas apareceram após a exposição a um novo alimento, produto ou ambiente. Se sim, isso pode sugerir uma reação alérgica. Se as manchas vermelhas surgiram durante um dia particularmente quente, após atividades ao ar livre ou exposição prolongada ao sol, pode ser mais provável que sejam devido ao calor. Se você suspeita que as manchas vermelhas são devido a uma reação alérgica, é importante consultar um médico para avaliação e orientação adequadas. Eles podem realizar testes alérgicos, se necessário, e fornecer recomendações sobre como gerenciar a alergia da sua filha e evitar futuras reações. Se as manchas vermelhas persistirem ou piorarem, independentemente da causa, é importante buscar aconselhamento médico.

Ver mais

Dr. Rodrigo Athanazio