Incontinência urinária

Dr. Rodrigo Athanazio

Dr. Rodrigo Athanazio

Clínico Geral

Publicado em 06/03/2024

A incontinência urinária, um assunto muitas vezes evitado em conversas, é uma condição médica caracterizada pela perda involuntária de urina.

Homem passando por consulta com médica.

Atingindo homens e mulheres, seu impacto vai além do físico, afetando também a autoestima e a qualidade de vida.

Este guia busca esclarecer, de forma compreensiva e respeitosa, o que é a incontinência urinária, suas causas, sintomas, e como gerenciá-la ou tratá-la efetivamente.

O que é Incontinência Urinária?

Incontinência urinária é a perda de controle da bexiga, que resulta em vazamento involuntário de urina.

Pode ser causada por diversos fatores, incluindo, mas não limitado a, questões musculares do assoalho pélvico, problemas na bexiga, ou nervos danificados.

Tipos de Incontinência Urinária

Existem vários tipos de incontinência urinária, incluindo a incontinência de esforço, urgência, mista e devido ao esvaziamento incompleto da bexiga.

Em homens, pode estar relacionada a problemas prostáticos, enquanto em mulheres, pode ser influenciada por fatores como gravidez e menopausa.

Cada tipo tem suas particularidades e requer uma abordagem diferenciada em termos de diagnóstico e tratamento.

Sintomas Comuns

Os sintomas variam de acordo com o tipo de incontinência.

Eles podem ir desde o vazamento leve de urina ao espirrar, rir ou durante atividades físicas, até a necessidade urgente de urinar, e dificuldade em esvaziar completamente a bexiga.

Quando buscar ajuda médica?

Se a incontinência urinária está afetando sua qualidade de vida, é importante buscar ajuda médica. Consultar um médico pode ajudar a identificar a causa e definir o melhor tratamento para sua condição.

Diagnóstico

O diagnóstico da incontinência urinária geralmente envolve uma discussão sobre os sintomas, um exame físico, e pode incluir exames de imagem para uma avaliação mais detalhada.

Especialidades Médicas Envolvidas

Um urologista ou um ginecologista podem ser consultados para o tratamento da incontinência urinária, dependendo da causa subjacente da condição.

Tratamento e Gerenciamento

O tratamento pode variar desde exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico, medicações específicas, até procedimentos cirúrgicos, dependendo da gravidade e tipo de incontinência.

Mudanças no estilo de vida, como a redução do consumo de líquidos antes de dormir, também podem ajudar.

Para homens com problemas prostáticos, tratamentos específicos para a próstata podem ser necessários.

Estratégias de Autocuidado

Reduzir a ingestão de líquidos antes de dormir, evitar alimentos e bebidas que irritam a bexiga, perder peso se necessário, e manter um bom controle do diabetes são estratégias que podem ajudar a reduzir os sintomas da incontinência.

Exercícios para fortalecer os músculos do assoalho pélvico, como os exercícios de Kegel, e técnicas de retraining da bexiga, podem ser eficazes tanto para homens quanto para mulheres.

O que fazer se o tratamento não funcionar?

Se você não notar melhoria com o tratamento inicial, é crucial voltar ao médico para avaliar outras opções. Pode ser necessário ajustar o tratamento ou explorar outras alternativas.

Caso haja presença dos sintomas, recomendamos que o paciente consulte-se com uma das especialidades abaixo:

Compreender a incontinência urinária é o primeiro passo para enfrentá-la. Embora possa ser um desafio, com o suporte e tratamento adequados, é possível gerenciar ou até mesmo superar essa condição, recuperando a confiança e a qualidade de vida. Lembre-se, você não está sozinho(a) nessa jornada.

Dr. Rodrigo Athanazio

Escrito por Dr. Rodrigo Athanazio

Clínico Geral

CRM-SP: 122658

Você tem uma pergunta?

Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se a um especialista.

Pergunta

Depois que meu pai teve um câncer de próstata ele passou a usar fraldas geriátricas todos os dias por conta da incontinência urinária... tem algum tratamento que pode ajuda-lo nessa situação?

Dr. Rodrigo Athanazio

CRM-SP: 122658

Sim, existem vários tratamentos disponíveis para a incontinência urinária após o tratamento do câncer de próstata. É importante que seu pai consulte um urologista para discutir suas opções de tratamento. Alguns tratamentos comuns incluem: Fisioterapia do assoalho pélvico: Exercícios específicos podem ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico, o que pode melhorar o controle da bexiga. Medicamentos: Existem medicamentos que podem ajudar a controlar a incontinência urinária, como medicamentos antimuscarínicos ou inibidores da recaptação de serotonina-noradrenalina. Dispositivos médicos: Existem dispositivos médicos, como cateteres uretrais e protetores penianos, que podem ajudar a gerenciar a incontinência urinária. Cirurgia: Em casos mais graves, a cirurgia pode ser uma opção. Existem diferentes procedimentos cirúrgicos disponíveis para tratar a incontinência urinária masculina, como a colocação de esfíncteres artificiais ou sling uretral. Cada caso é único, e o tratamento mais adequado para seu pai dependerá da gravidade e da causa específica de sua incontinência urinária. Portanto, é importante que ele consulte um profissional de saúde para uma avaliação completa e discussão das opções de tratamento disponíveis.

Ver mais

Dr. Rodrigo Athanazio