Assistência Feminina Integral

A clínica está localizada em Rua Vergueiro, 2045, Vila Mariana e atende a 9 especialidade(s). O valor das consultas varia de R$ 160 a R$ 1.760 quando agendadas pela Melvi.

Melvi Protege

Recepcao
Consultorio
Consultorio
Recepcao
Consultorio
Consultorio
Consultorio
Consultorio
Consultorio
Consultorio
Recepcao
Recepcao
Consultorio

Localização

Mapa localizando a clínica Assistência Feminina Integral

Rua Vergueiro, 2045, Vila Mariana

Como chegar

Especialidades

Ginecologia

O ginecologista é um profissional dedicado à saúde da mulher, abrangendo uma variedade de aspectos relacionados ao sistema reprodutivo, bem-estar ginecológico e saúde sexual. É fundamental para garantir a qualidade de vida, prevenção e tratamento de condições específicas. Procurar a ajuda de um ginecologista é aconselhável em diversas situações: - Exames de rotina: Consultas ginecológicas regulares, conhecidas como ''consultas de prevenção'' ou ''exames de Papanicolau'', são recomendadas para rastrear condições como câncer de colo do útero, além de monitorar a saúde geral do sistema reprodutivo. - Menstruação irregular ou dolorosa: Se você enfrentar menstruações irregulares, dor intensa durante o ciclo menstrual ou outros problemas relacionados à menstruação. - Gravidez e saúde reprodutiva: Durante a gestação, é fundamental receber cuidados pré-natais. Além disso, se você estiver planejando engravidar, um ginecologista pode oferecer orientação e cuidados pré-concepcionais. - Infecções e doenças sexualmente transmissíveis: Se suspeitar de uma infecção vaginal ou for diagnosticada com uma DST. - Dor pélvica ou desconforto ginecológico: Qualquer dor persistente na região pélvica, alterações no ciclo menstrual ou outros desconfortos devem ser investigados. - Problemas de saúde ginecológica: Como miomas uterinos, endometriose, síndrome dos ovários policísticos e outros distúrbios ginecológicos requerem a avaliação e tratamento de um especialista. A ginecologia desempenha um papel crucial na manutenção da saúde e bem-estar das mulheres em todas as fases de suas vidas. É essencial procurar ajuda de um ginecologista regularmente e sempre que surgirem preocupações específicas relacionadas à saúde feminina. A prevenção e o tratamento precoces são fundamentais para garantir uma vida saudável e plena.

Ver mais

ValorR$ 160

Ver disponibilidade

Angiologia

O angiologista é um especialista dedicado ao diagnóstico e tratamento das doenças dos vasos sanguíneos, como as artérias, veias e vasos linfáticos. Os angiologistas desempenham um papel crucial na saúde vascular, e saber quando procurar ajuda de um angiologista é importante para prevenir e tratar condições relacionadas ao sistema circulatório. Aqui estão algumas situações em que é apropriado procurar ajuda de um angiologista: Dor nas pernas: Se você sentir dor, inchaço, sensação de peso ou cãibras nas pernas, isso pode ser um sinal de problemas circulatórios, como doença arterial periférica (DAP) ou varizes. Úlceras venosas: Úlceras ou feridas nas pernas que não cicatrizam podem ser o resultado de problemas venosos ou das artérias.. Coágulos sanguíneos: Se você suspeita de um coágulo sanguíneo (trombose venosa profunda), é fundamental procurar ajuda de um angiologista para evitar complicações graves, como embolia pulmonar. Aneurismas: A dilatação anormal das artérias (aneurisma) pode ser assintomática ou apresentar sintomas, dependendo do local. Caso receba esse diagnóstico é importante procurar um angiologista. Problemas de circulação nas extremidades: Se você notar mudanças na cor ou temperatura da pele, diminuição da sensibilidade ou fragilidade nas extremidades, pode ser um sinal de má circulação, que deve ser avaliada por um angiologista.

Ver mais

ValorR$ 160

Ver disponibilidade

Cardiologia

O cardiologista desempenha um papel fundamental na saúde do coração e no tratamento de doenças cardiovasculares, sendo estas a principal causa de morte em todo o mundo. Estes profissionais são especializados em diagnosticar, tratar e prevenir problemas relacionados ao sistema cardiovascular. Aqui estão algumas situações em que é apropriado procurar um cardiologista: Fatores de risco: Hipertensão arterial, diabetes, histórico familiar de doenças cardíacas, tabagismo, obesidade ou colesterol alto, é aconselhável procurar um cardiologista para avaliação e monitoramento. Dor no peito: Dor no peito, pressão ou desconforto, especialmente se a dor se irradiar para o braço esquerdo, pescoço, mandíbula ou costas, isso pode ser um sinal de um problema cardíaco e requer avaliação imediata por um cardiologista. Problemas de ritmo cardíaco: Se você sentir palpitações, batimentos cardíacos irregulares, desmaios ou tonturas frequentes, é importante consultar um cardiologista para avaliar a saúde do seu coração e determinar se há alguma arritmia cardíaca. Hipertensão arterial não controlada: Se você tem hipertensão arterial, é importante manter um acompanhamento médico para garantir que a pressão arterial esteja sob controle e para evitar complicações cardiovasculares, e o cardiologista pode acompanhar essa condição. Histórico familiar de doenças cardíacas: Antecedentes de doenças cardíacas na família, é aconselhável procurar um cardiologista para avaliar o risco e estabelecer estratégias de prevenção. Colesterol alto: Se você tiver níveis elevados de colesterol, um cardiologista pode ajudar a monitorar e gerenciar esses níveis para prevenir doenças cardíacas. Diagnóstico ou monitoramento de doenças cardíacas: Se você já foi diagnosticado com uma condição cardíaca, como doença coronariana, insuficiência cardíaca, valvulopatia ou outra condição, um cardiologista será responsável pelo tratamento e monitoramento contínuo. Reabilitação cardíaca: Após uma cirurgia cardíaca, como um cateterismo ou cirurgia de revascularização do miocárdio, ou um evento cardíaco, a reabilitação cardíaca é importante para a recuperação. Um cardiologista fará parte da equipe de reabilitação para monitorar seu progresso e ajustar o tratamento conforme necessário.

Ver mais

ValorR$ 160

Ver disponibilidade

Obstetrícia (Pré-Natal)

O obstetra é um profissional de saúde especializado no cuidado da gestação, parto e pós-parto. Seu papel é essencial para garantir a saúde da mãe e do bebê durante a gravidez, parto e período pós-natal. Saber quando procurar ajuda de um obstetra é vital para uma gravidez segura e saudável. Aqui estão algumas situações em que é apropriado procurar ajuda de um obstetra: Confirmação de gravidez: Quando você suspeita que está grávida, é possível procurar um obstetra para confirmar a gravidez e iniciar o cuidado pré-natal. Cuidados pré-natais: O acompanhamento pré-natal é fundamental para monitorar a saúde da mãe e do bebê durante a gravidez. Consultas regulares com um obstetra ajudam a identificar e tratar problemas precocemente. Complicações na gravidez: Se você enfrentar complicações durante a gravidez, como pressão alta, diabetes gestacional, placenta prévia, ou qualquer outra condição que exija cuidados especiais, um obstetra irá gerenciar o tratamento e a monitorização. Dor abdominal ou sangramento: Se você sentir dor abdominal intensa ou sangramento durante a gravidez, é crucial procurar ajuda imediatamente, pois isso pode ser um sinal de problemas graves. Trabalho de parto: Quando o trabalho de parto começa, é hora de contatar o obstetra para orientação sobre o que fazer a seguir e para planejar a chegada do bebê. Parto: Durante o parto, um obstetra desempenha um papel fundamental na assistência ao parto e na garantia da segurança da mãe e do bebê. Complicações no parto: Se ocorrerem complicações durante o parto, como a necessidade de uma cesariana de emergência, um obstetra tem a expertise para tomar decisões e realizar procedimentos necessários. Cuidados pós-parto: Após o nascimento do bebê, um obstetra continua a desempenhar um papel importante no acompanhamento da mãe e do bebê para garantir que ambos estejam se recuperando adequadamente.

Ver mais

ValorR$ 160

Ver disponibilidade

Dermatologia

O dermatologista dedica-se ao diagnóstico, tratamento e cuidado da pele, cabelo, unhas e mucosas. Os dermatologistas são especialistas em uma ampla gama de condições dermatológicas, incluindo acne, psoríase, câncer de pele, dermatite, infecções cutâneas e muito mais. Além disso, desempenham um papel importante na promoção da saúde da pele e no auxílio à manutenção da estética e beleza. É aconselhável procurar a ajuda de um dermatologista em várias situações, como: - Problemas de pele persistentes, como erupções cutâneas, coceira, vermelhidão ou descamação. - Suspeita de câncer de pele, como pintas ou lesões que mudaram de cor ou tamanho. - Acne devendo evitar tratamentos sem orientação de um profissional que podem agravar o caso. - Perda de cabelo excessiva ou outros distúrbios capilares. - Unhas quebradiças, com coloração ou espessura anormais. - Qualquer lesão de pele ou crescimento incomum. Manter consultas regulares com um dermatologista, além de procurar ajuda quando surgirem preocupações específicas relacionadas à pele, é essencial para garantir uma pele saudável e oportuna identificação e tratamento de condições dermatológicas. A dermatologia não só ajuda a solucionar problemas de pele, mas também desempenha um papel improtantel na prevenção de doenças de pele mais sérias.

Ver mais

ValorR$ 160

Ver disponibilidade

Papanicolau / Preventivo (consulta+coleta)

O exame de Papanicolau, também conhecido como citologia cervical, é um teste de rastreamento ginecológico fundamental projetado para detectar precocemente alterações nas células do colo do útero, que podem indicar a presença de processos pré-cancerosos ou cancerosos, especialmente o câncer de colo do útero. Este exame envolve a coleta suave de células da superfície do colo do útero e da vagina, que são então examinadas ao microscópio para buscar por anormalidades. O Papanicolau é aclamado por sua eficácia na redução da incidência e mortalidade por câncer cervical, através da detecção precoce e tratamento de lesões antes que elas evoluam para câncer. Profissionais que podem realizar o Papanicolau: - Ginecologistas - Enfermeiros Obstetras e Enfermeiros com formação em saúde da mulher - Médicos de Família e Clínicos Gerais Indicações para realizar o Papanicolau: - Rastreamento Rotineiro: Recomendado para mulheres de 21 a 65 anos de idade, como parte do rastreamento regular para prevenir o câncer cervical. A frequência recomendada pode variar de acordo com a idade, histórico de resultados anteriores e diretrizes de saúde pública, geralmente a cada três anos se os resultados forem normais. - Após Resultados Anormais: Mulheres que tiveram resultados anormais em exames anteriores podem precisar realizar o Papanicolau com maior frequência, conforme orientação médica. - Sintomas de Alerta: Mulheres que apresentam sintomas como sangramento vaginal anormal, dor durante as relações sexuais ou secreção vaginal incomum podem necessitar de um exame de Papanicolau para investigar a causa desses sintomas. - Após Início da Atividade Sexual: Embora a idade inicial recomendada para começar o rastreamento seja aos 21 anos, mulheres que iniciaram a atividade sexual podem discutir com seus médicos a necessidade de realizar o exame antes dessa idade, com base em fatores de risco individuais. Em síntese, o exame de Papanicolau é uma ferramenta crítica na prevenção do câncer de colo do útero, permitindo a detecção e tratamento precoce de alterações celulares antes que se tornem malignas. Mulheres devem consultar seus profissionais de saúde sobre a necessidade e a frequência de realizar o Papanicolau, baseando-se em suas circunstâncias individuais, para garantir uma abordagem proativa em relação à sua saúde ginecológica.

Ver mais

ValorR$ 307

Ver disponibilidade

Cauterização de lesões HPV (consulta + cauterização)

A cauterização de lesões causadas pelo vírus do papiloma humano (HPV) é um procedimento médico utilizado para tratar verrugas genitais e outras lesões cutâneas ou mucosas associadas à infecção por HPV. Este procedimento envolve a aplicação de calor, produtos químicos, ou eletricidade para destruir o tecido anormal causado pelo vírus, promovendo a cicatrização da área afetada e ajudando a prevenir a disseminação da infecção. A cauterização é uma opção de tratamento eficaz para eliminar as lesões visíveis e aliviar os sintomas, embora não cure a infecção pelo HPV em si. Profissionais qualificados para realizar a cauterização de lesões de HPV: 1) Dermatologistas: Médicos especializados em doenças da pele, capazes de tratar lesões cutâneas causadas pelo HPV. 2) Ginecologistas: Para mulheres, esses especialistas tratam lesões no colo do útero, vulva e área vaginal associadas ao HPV. 3) Urologistas: Especialistas no tratamento de doenças do trato urinário e dos órgãos reprodutivos masculinos, incluindo lesões de HPV no pênis. 4) Proctologistas: Médicos que tratam problemas no reto e ânus, incluindo lesões de HPV nessa região. Indicações para a cauterização de lesões de HPV: - Verrugas genitais: Lesões externas visíveis na área genital, perianal, ou mucosa oral que podem causar desconforto, dor ou constrangimento. - Lesões pré-cancerosas: Algumas infecções por HPV podem levar ao desenvolvimento de lesões que têm potencial para se tornarem cancerígenas, principalmente no colo do útero, vulva, pênis, ânus, e orofaringe. - Sintomas significativos: Lesões que causam sintomas como dor, prurido ou sangramento podem necessitar de cauterização para alívio. O procedimento de cauterização pode ser realizado sob anestesia local no consultório do médico e geralmente é rápido. Após o tratamento, pode ocorrer desconforto ou dor temporária na área tratada, e o paciente receberá orientações sobre como cuidar da região para promover a cicatrização e evitar infecções. A cauterização é uma parte importante do manejo das lesões induzidas pelo HPV, contribuindo para a saúde e bem-estar dos pacientes. É crucial que pessoas com diagnóstico de HPV ou que apresentem sintomas relacionados consultem um profissional de saúde para uma avaliação completa. O tratamento adequado e o acompanhamento regular são essenciais para controlar os efeitos da infecção, minimizar o risco de transmissão para parceiros sexuais e prevenir o desenvolvimento de doenças mais graves associadas ao HPV

Ver mais

ValorR$ 667

Ver disponibilidade

Retirada de DIU (consulta+retirada)

A retirada do Dispositivo Intrauterino (DIU) é um procedimento médico simples, mas essencial, realizado para remover um DIU do útero. O DIU é um método contraceptivo de longa duração, altamente eficaz, que pode ser de cobre, prata ou hormonal, inserido no útero para prevenir a gravidez. A retirada é indicada quando o dispositivo atinge o fim de sua vida útil, há o desejo de engravidar, ou em casos de complicações, como deslocamento do DIU ou reações adversas. Este procedimento envolve a avaliação clínica pelo profissional de saúde, seguida da cuidadosa extração do DIU utilizando instrumentos especializados, garantindo conforto e segurança para a paciente. Profissionais habilitados para a retirada do DIU: 1) Ginecologistas: Especialistas em saúde feminina com treinamento específico para a inserção e remoção de dispositivos intrauterinos. 2) Médicos de família ou Clínicos gerais com experiência em uma ampla gama de cuidados primários, incluindo procedimentos contraceptivos. Indicações para a retirada do DIU: - Fim do prazo de validade: DIUs têm uma vida útil limitada, após a qual devem ser removidos ou substituídos. - Desejo de gravidez: Mulheres que desejam engravidar devem ter o DIU removido. - Complicações ou desconforto: Casos de deslocamento do DIU, infecção, dor persistente ou sangramento anormal podem exigir a retirada. - Preferência por outro método contraceptivo: Mudança para um método contraceptivo diferente ou interrupção da contracepção. O procedimento de retirada do DIU é geralmente rápido e causa desconforto mínimo. Contudo, é crucial que seja realizado por um profissional de saúde qualificado para evitar complicações. Após a retirada, a capacidade de engravidar é geralmente restaurada rapidamente, embora possa variar de acordo com o indivíduo. Mulheres devem discutir suas opções de planejamento familiar e qualquer preocupação relacionada à saúde ginecológica com seu médico para determinar o melhor curso de ação após a retirada do DIU. Este procedimento sublinha a importância do acompanhamento ginecológico regular e do diálogo aberto entre paciente e profissional de saúde, assegurando decisões informadas sobre saúde reprodutiva e contracepção.

Ver mais

ValorR$ 667

Ver disponibilidade

Inserção de DIU (consulta+inserção) - DIU Não Incluso

A inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU) é um procedimento clínico efetuado para colocar um método contraceptivo de longa duração dentro do útero. Existem dois tipos principais de DIU: o de cobre, com a variante de prata, que funciona com base na liberação de íons de cobre para prevenir a fertilização, e o hormonal, que libera hormônios para impedir a gravidez. Este procedimento é reconhecido por sua alta eficácia, durabilidade e reversibilidade, sendo uma escolha popular entre mulheres que buscam uma solução contraceptiva de longo prazo. A inserção é rápida, realizada em um ambiente clínico por um profissional de saúde qualificado, e, embora possa causar desconforto temporário, as complicações são raras. Profissionais qualificados para inserir o DIU: 1) Ginecologistas: Médicos especializados em saúde feminina, treinados para realizar procedimentos ginecológicos, incluindo a inserção de DIUs. 2) Médicos de família e clínicos gerais: Profissionais com conhecimentos gerais de medicina, incluindo os cuidados primários de saúde reprodutiva. Indicações para a inserção do DIU: - Contracepção de longa duração: Ideal para mulheres que desejam uma opção contraceptiva eficaz e de longo prazo. - Planejamento familiar: Para casais que querem espaçar o nascimento dos filhos ou limitar o tamanho da família. - Menstruação pesada ou dolorosa: O DIU hormonal pode reduzir a intensidade e a dor menstrual em algumas mulheres. - Prevenção da endometriose: Em certos casos, o DIU hormonal é recomendado para aliviar os sintomas da endometriose. O processo de inserção inclui uma consulta inicial, na qual o profissional de saúde avalia a saúde geral e as necessidades contraceptivas da paciente, seguido pelo procedimento de inserção, que é geralmente breve. Pode-se sentir uma cólica ou desconforto durante e após a inserção, mas esses sintomas tendem a ser temporários. Após a inserção, é recomendado um acompanhamento para garantir a correta posição do DIU e discutir quaisquer preocupações ou efeitos colaterais. A inserção do DIU é um marco significativo no cuidado contraceptivo, oferecendo às mulheres controle sobre sua saúde reprodutiva com uma opção de longa duração e reversível. Mulheres interessadas em adotar o DIU como método contraceptivo devem consultar um profissional de saúde para discutir suas opções, garantindo que a escolha se alinhe com suas necessidades e condições de saúde específicas. Este procedimento sublinha a importância de acessar cuidados de saúde reprodutiva qualificados e personalizados.

Ver mais

ValorR$ 1.760

Ver disponibilidade

Corpo Médico